HISTÓRIAS DE UMA KOMBI AMARELA
Leia entrevista com os diretores do filme Pequena Miss Sunshine que realizei por telefone para a Revista da 2001 Vídeo (Edição de abril)


Escrito por Anderson Vitorino às 20h55



Baixio das Bestas, de Cláudio Assis 

(Idem, BRA, 2007)

 

E a polêmica continua. Depois de Amarelo Manga, no qual Recife serve de palco e co-adjuvante, ou co-antagonista, para personagens da classe média e baixa da cidade exibirem seus vícios e desejos, Cláudio Assis provoca com seu novo filme. Na zona da mata pernambucana, mulheres são exploradas e jovens vivem numa eterna adolescência orgiástica e inconseqüente. Acredito que o cinema de Assis consiga cumprir suas pretensões, denunciar e provocar debates, mas para muita gente ele também explora e abusa, através de suas imagens. Atores corajosos emprestam seus corpos para o cinema-cão de Assis: Dira Paes, Caio Blat, Matheus Nachtergaele, Hermila Guedes e a jovem Mariah Teixeira (que é maior de idade, apesar de fazer uma adolescente no filme, explorada pelo pai-avô).

 

O Segredo, de Drew Heriot  .

(The Secret, EUA/AUS, 2006)

 

O filme, se é que pode ser chamado assim, mais picareta e charlatão de todos os tempos! Seguindo o caminho de cinema de auto-ajuda, aquecido pelo sucesso recente de Quem somos Nós?, O Segredo também tenta dar credibilidade à sua charlatanice com o resvalo nas leis de atração de Newton. Moral da história? Acredite, muito, e o universo conspirará a seu favor: cheques começarão a chegar pelo correio, idéias de 1 milhão de dólares surgirão durante o banho... E como quase tudo que vem lá do Império, todas as questões e problemáticas giram em torno do dinheiro. O verdadeiro segredo mesmo é lidar com a carência e ambição contemporânea, como fez a criadora do filme, Rhonda Byrne que já assegurou sua mansão na Califórnia e milhares de dólares em sua conta bancária. E é claro que já há um livro caça-níqueis no topo da lista de “best-sellers” da Revista Veja(!).

 

 

Cartola, de Lírio Ferreira e Hilton Lacerda

(Idem, BRA, 2007)

 

O filme se aproveita muito mais de imagens de acervo com um dos mestres do samba (Cartola), do que cria situações novas. Entre essas imagens de acervo, cenas ficcionais deslocadas com um ator mirim interpretando Cartola. Há momentos de beleza visual, mas que também não dialogam com o todo. Vale pelo seu “personagem” e por algumas passagens musicais e curiosidades sobre Cartola.


Escrito por Anderson Vitorino às 00h05



Vermelho Como o Céu, de Cristiano Bortone 

(Rosso Come il Cielo, ITA, 2006)

 

Na intenção melodramática de realizar um cinemão italiano com direito à catarse, o diretor tem momentos bem sucedidos, quando deixa a linguagem se apropriar da condição de seu personagem principal. O elenco infantil garante o clima de filme bonitinho honesto, mas pesa a trilha sonora indutiva e os personagens adultos, bastante caricatos – parece que tudo está ali para a moral da história, baseada em fatos reais. O apelo popular é grande e funciona, visto o prêmio do público na última Mostra Internacional em São Paulo.

 

 

As Férias do Mr. Bean, de Steve Bendelack 

(Mr. Bean´s Holiday, ING, 2007)

 

Nada como os episódios da TV, com seu humor concentrado e inteligente, por trás da aparente ingenuidade de Mr. Bean. O filme, um road movie em direção a Cannes, tem seus momentos muito bons, mas a maioria parece reaproveitado de algum episódio. É muito divertida a passagem de Mr. Bean pelo Festival de Cannes e Willem Dafoe faz um personagem ótimo, o diretor egocêntrico, que coloca todos para dormir com a exibição de seu filme. Vale o ingresso, mas ainda é melhor ver, ou mesmo rever, os clássicos do personagem!

 

 

Letra e Música, de Marc Lawrence 

(Music and Lyrics, EUA, 2007)

 

É imperdível o clipe de abertura com a música Pop Goes my Heart, criado a partir de referências dos anos 80, com Hugh Grant fazendo coreografias, rebolando e interpretando! O filme é regular, mas o carisma dos protagonistas e a figura histriônica de uma candidata a Shakira ou Beyoncé seguram a curiosidade até o fim.


Escrito por Anderson Vitorino às 00h03



mensagens anteriores


Anderson Vitorino, 29, apaixonado por cinema, iniciou-se na dramaturgia aos 13 anos num curso de teatro. Desde lá, desenvolveu enorme fascínio pelas histórias e imagens. Estudou cinema e aprofunda-se em direção, escrita de roteiro e textos. Escreveu e dirigiu o curta-metragem Jurema, Te Amo!, 2003. Atualmente cursa Letras na USP e ensaia o seu primeiro espetáculo em São Paulo "Te espero na última plataforma".

Contato pelo e-mail:
andervitorino@gmail.com

ENTREVISTAS
SOBRE CINEMA
MOSTRAS E FESTIVAIS

HISTÓRICO

07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
28/03/2010 a 03/04/2010
18/10/2009 a 24/10/2009
04/10/2009 a 10/10/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
19/07/2009 a 25/07/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
07/06/2009 a 13/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
09/12/2007 a 15/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
22/07/2007 a 28/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006