Um herói que pouco importa

 

Por Anderson Vitorino

22/10/2009

 

O início desse filme canadense, baseado em best-seller, aponta no caminho do suspense, já que não explica a primeira cena e embarca logo numa volta no tempo. Em vários outros momentos, o filme lança essa pista falsa, de que embarcaremos num possível thriller. Porém, O Cronometrista quer mesmo é explorar a experiência transformadora por qual passa seu protagonista, Martin Bishop (Craig Olejnik), jovem órfão que é levado a um acampamento para desenvolver a função de cronometrista.

 

Essa espécie de jornada do herói em que é lançado o jovem poderia mesmo ser o principal ponto de interesse do filme, mas nem isso consegue manter o interesse real do espectador. Martin Bishop é um garoto bonito e bem vestido que destoa de todos os outros trabalhadores, responsáveis pela construção de uma ferrovia no meio de uma floresta. Protagonista e antagonistas são estabelecidos da forma mais rasteira e esquemática possível.

 

Além disso, o “herói”, apesar da beleza física, não desperta nenhuma compaixão real no espectador, o que torna difícil a preocupação com ele frente às dificuldades que ele terá que encarar. Fora que o ator se mantém limpo e barbeado durante toda sua “jornada” nesse ambiente hostil e sujo. O desfecho é igualmente inverossímil e nem mesmo as músicas de Johnny Cash e Neil Young salvam o filme do fracasso. O difícil também é entender o motivo desse título fazer parte da programação da Mostra internacional.

 

O Cronometrista (The Timekeeper)

Canadá, 2009. 102 min

Direção: Louis Bélanger

Com: Roy Dupuis, Craig Olejnik, Julian Richings, Gary Farmer


Escrito por Anderson Vitorino às 23h41



Era mesmo pra rir?

 

Por Anderson Vitorino

22/10/2009

 

O jovem diretor egípcio Marwan Hamed, nascido em 1977, dirigiu curtas-metragens e comerciais antes de estrear com o longa O Edifício Yacoubian em 2006 (Prêmio do Júri de melhor ator para Adel Iman na 30ª Mostra), premiado como melhor primeiro filme nos festivais de Tribeca, Nova York e Montreal. Hamed está de volta à Mostra com o filme Ibrahim Labyad, que segundo a sinopse, é baseado em uma história real.

 

Aparentemente, o objetivo era fazer um filme com apelo comercial e mais acessível (digo isso sem ser pejorativo), mas nem assim consigo gostar dele. A história tenta dar conta da vida de um homem – o Ibrahim do título – que, quando criança, teve o pai assassinado na sua frente. Isso, claro, vai ser de certa forma a justificativa para a entrada do personagem no mundo violento das gangues das ruas do Cairo.

 

Para agradar todo o tipo de público possível, o diretor tenta inserir momentos de tudo quanto é gênero cinematográfico. Há romance (ajudado pelo destino), aventura (com cenas de lutas risíveis), drama (ou dramalhão, por causa da interpretação exagerada) e comédia, claro. Aliás, esse é um dos pontos negativos que vi no filme. Ele faz rir quando, aparentemente, deveríamos sentir medo, tensão ou compaixão.

 

É certo que já em O Edifício Yacoubian o estilo do diretor apontava na direção do tom novelesco, mas aqui o roteiro falha na criação de cenas dramáticas, talvez por não explorar mais a concepção do protagonista Ibrahim. E por fim, nada justifica as mais de duas horas de filme.

 

Ibrahim Labyad

Egito, 2009. 135 min

Direção: Marwan Hamed

Com: Ahmed El Sakka, Mahmoud Abdel Aziz, Hind Sabri, Amro Waked


Escrito por Anderson Vitorino às 23h40



Ken Loach dá aula de direção

 

Por Anderson Vitorino

22/10/2009

 

É sempre um prazer ver os filmes do inglês Ken Loach (1963), até mesmo quando ele emprega toda sua técnica para mais defender uma idéia do que fazer um filme. Em À Procura de Eric, motivado por sua paixão pelo futebol, Loach faz uma ótima comédia dramática, no melhor estilo inglês. Para isso ele contou com ótimos atores, um roteiro nunca previsível e o charme e a espontaneidade do mítico jogador de futebol francês Eric Cantona, que defendeu o Manchester United nos anos 90.

 

Em suma, o filme trata da vida do carteiro Eric (interpretado pelo ótimo ator Steve Evets) que está se afundando numa depressão por não saber como lidar com o passado e nem com os filhos adolescentes. Os amigos tentam ajudá-lo, mas é só a partir de um baseado que as coisas começam a clarear. O grande ídolo de Eric, o carteiro, é quem vai realmente contribuir para a virada de sua vida. Entra em cena Eric Cantona, como ele mesmo. O charmoso jogador francês não decepciona e usa sua espontaneidade e citações para emprestar humor ao filme.

 

O mais admirável em À Procura de Eric, além da humanidade e sensibilidade com que todos os personagens são tratados, é o ritmo imposto pela direção. Ken Loach faz rir e logo depois já segura o riso para dar lugar à tensão, emociona e depois volta ao riso agradável. Aos 73 anos o diretor se mostra extremamente jovem e contemporâneo ao incluir temas atuais e fatos polêmicos em seu filme sem fazer estardalhaço ou discurso.

 

À Procura de Eric (Looking for Eric)

Inglaterra/França, 2009. 116 min

Direção: Ken Loach

Com: Steve Evets, Eric Cantona, Stephanie Bishop, Lucy-Jo Hudson, Gerard Kearns, Stefan Gumbs


Escrito por Anderson Vitorino às 17h10



mensagens anteriores


Anderson Vitorino, 29, apaixonado por cinema, iniciou-se na dramaturgia aos 13 anos num curso de teatro. Desde lá, desenvolveu enorme fascínio pelas histórias e imagens. Estudou cinema e aprofunda-se em direção, escrita de roteiro e textos. Escreveu e dirigiu o curta-metragem Jurema, Te Amo!, 2003. Atualmente cursa Letras na USP e ensaia o seu primeiro espetáculo em São Paulo "Te espero na última plataforma".

Contato pelo e-mail:
andervitorino@gmail.com

ENTREVISTAS
SOBRE CINEMA
MOSTRAS E FESTIVAIS

HISTÓRICO

07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
28/03/2010 a 03/04/2010
18/10/2009 a 24/10/2009
04/10/2009 a 10/10/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
19/07/2009 a 25/07/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
07/06/2009 a 13/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
09/12/2007 a 15/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
22/07/2007 a 28/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006