Usufruto - Atriz estreia como dramaturga

Em mais de 25 anos de profissão, a atriz Lúcia Veríssimo já fez novelas, peças de teatro, filmes e, como ela diz, tem duas capas de playboy (fez ensaios de nu em duas ocasiões para a revista masculina). Afastada da televisão desde 2005, a atriz faz sua estreia como dramaturga com Usufruto, sob a direção de José Possi Neto.

O talento para a escrita pode ser percebido na premissa da peça: mulher de 50 anos (Lúcia Veríssimo) disputa a compra de um apartamento com homem de 30 anos (Raphael Viana). Sendo a dramaturgia essencialmente um embate, Lúcia fez uma escolha muito eficiente ao optar por transformar o jogo teatral na base estrutural desse seu primeiro texto. Sexo, casamento aberto e liberdade individual são alguns dos temas abordados.

Caixas de mudança preenchem a sala do apartamento vazio, palco do debate que decidirá o novo proprietário do imóvel. O cenário bonito e funcional conta ainda com uma janela com vista para a praia, na forma de um enorme painel. Aqui cabe comentar o som do mar que pontua alguns momentos mais intensos e reflexivos do espetáculo. A trilha sonora é mínima e, além das ondas que podem ser ouvidas em momentos de silêncio dos personagens, breves interrupções sonoras fazem as vezes de elipses temporais.

Durante 75 minutos, homem e mulher tentam convencer um ao outro porque merecem comprar o belo imóvel. Para isso, a personagem feminina, principalmente, lança mão de artimanhas, como servir muito vinho ao rapaz e usar seu corpo para seduzi-lo e aqui, talvez, resida a fraqueza do espetáculo. A exuberância dessa mulher de 50 anos parece servir muito mais ao ego da atriz do que à disputa em cena. Talvez um erro de dosagem da direção, embora a tentativa de reviravolta no fim aponte mais para uma deficiência do próprio texto.


Escrito por Anderson Vitorino às 11h37



mensagens anteriores


Anderson Vitorino, 29, apaixonado por cinema, iniciou-se na dramaturgia aos 13 anos num curso de teatro. Desde lá, desenvolveu enorme fascínio pelas histórias e imagens. Estudou cinema e aprofunda-se em direção, escrita de roteiro e textos. Escreveu e dirigiu o curta-metragem Jurema, Te Amo!, 2003. Atualmente cursa Letras na USP e ensaia o seu primeiro espetáculo em São Paulo "Te espero na última plataforma".

Contato pelo e-mail:
andervitorino@gmail.com

ENTREVISTAS
SOBRE CINEMA
MOSTRAS E FESTIVAIS

HISTÓRICO

07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
28/03/2010 a 03/04/2010
18/10/2009 a 24/10/2009
04/10/2009 a 10/10/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
19/07/2009 a 25/07/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
07/06/2009 a 13/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
09/12/2007 a 15/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
22/07/2007 a 28/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006